registo

o registo na plataforma de encomenda é exclusivo para arquitectos inscritos na ordem dos arquitectos ou outra associação congénere.

Prémio • 2021-04-14 Prémio Nacional de Arquitectura em Madeira 2021
Imagem 0 - Prémio Nacional de Arquitectura em Madeira 2021
Candidaturas até 30 de junho de 2021
 

O PNAM – Prémio Nacional de Arquitetura em Madeira, com periodicidade bienal, tem como objetivo incentivar e promover a fileira florestal portuguesa através da inovação, valorização, circularidade, promoção e utilização da madeira e seus derivados em edificações.
 
O PNAM, que em 2021 organiza a sua 6ª edição, destina-se a premiar obras com carácter permanente, realizadas em Portugal, que evidenciem o uso da madeira como material relevante na Arquitetura e que sejam da autoria de Arquitetos inscritos na Ordem dos Arquitectos.
 
A Comissão Organizadora do PNAM é composta por um conjunto de três entidades: AIMMP – Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal, Ordem dos Arquitectos e a Confederação Portuguesa da Construção e Imobiliário que, em cada edição, é reforçada por um conjunto de entidades que participam como Patrocinadores, Apoio Institucional e Media Partners, e que permitem a sua realização.
 
Candidaturas
Podem candidatar-se ao PNAM’21 obras com carácter permanente que evidenciem o uso da madeira como material relevante na Arquitetura, que tenham sido concluídas entre 1 de Janeiro de 2019 e 31 de Dezembro de 2020, e que sejam da autoria de arquitetos, membros em efetividade de direitos na Ordem dos Arquitectos.
 
Prémio
À obra vencedora serão atribuídos os seguintes prémios:
- Prémio Nacional de Arquitetura em Madeira 2021 BALBINO E FAUSTINO (Patrocinador de Platina) no valor monetário de 10.000,00 (dez mil) Euros, ao(s) autor(es) do projeto de arquitetura;
- Troféu PNAM, em madeira, desenhado por Álvaro Siza;
- Uma placa em madeira com gravação de distinção e louvor para o dono da obra;
- Uma placa em madeira com gravação de distinção e louvor para a empresa de construção da obra.
- Uma placa em madeira com gravação de distinção e louvor para a empresa de carpintaria construtora da obra.
 
Júri
a) Arqtº Francisco Vieira de Campos, Presidente do Júri, nomeado pelo Conselho Directivo Nacional da Ordem dos Arquitectos na qualidade de vencedor da última edição do PNAM;
b) Arqtº Nuno Mateus, indicado pelo Conselho Directivo Nacional da Ordem dos Arquitectos;
c) Arqtº José Miguel Ribeiro de Sousa, indicado pela Secção Regional Norte da Ordem dos Arquitectos, enquanto secção responsável pela área geográfica onde será realizada a cerimónia de entrega do Prémio da edição deste ano (Guimarães);
d) Engª Helena Cruz, indicada pelo LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil;
e) Arqtª Maria Manuel Oliveira indicada pela Escola de Arquitetura, Arte e Design da Universidade do Minho;
f) Professor Jorge Manuel Gonçalves Branco, indicado pelo Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho;
g) Engº Marco Faustino, indicado pelo Patrocinador de Platina.
 
Critérios seleção
a) Qualidade arquitetónica da obra, em termos conceptuais, funcionais e de enquadramento na envolvente;
b) Originalidade, inovação e versatilidade na utilização/aplicação da madeira e/ou seus derivados;
c) Qualidade técnica e construtiva na utilização/aplicação da madeira e/ou seus derivados;
d) Capacidade de utilização sustentável da madeira e/ou seus derivados, desde a seleção da sua origem, à forma e processo de aplicação, bem como à sua conservação ao longo da vida útil da obra.
 
Cronograma
Data limite para pedidos de esclarecimento: 14 de maio de 2021 (17h00)
Data de respostas aos pedidos de esclarecimento: 31 de maio de 2021
Data limite de apresentação de candidaturas: 30 de junho de 2021 (17h00)
Data de anúncio dos resultados: setembro de 2021


Mais informação AQUI