registo

o registo na plataforma de encomenda é exclusivo para arquitectos inscritos na ordem dos arquitectos ou outra associação congénere.

C.A.S.A. pós-catástrofe

concurso

C.A.S.A. pós-catástrofe

concluído 2016-08-29
promotor AML - Área Metropolitana de Lisboa
localização A.M.L.
programa Social
área 500m²

descrição

Foram apresentadas 15 propostas ao Concurso C.A.S.A. pós-catástrofe, um procedimento promovido pela A.M.L. (Área Metropolitana de Lisboa) em co-organização com a Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos (OASRS) tendo como objectivo a implementação de uma unidade polivalente com funções administrativas e sociais num cenário pós-catástrofe.

A proposta da autoria dos arquitectos Frederico Martinho e Cláudia Franco foi a primeira classificada no Concurso C.A.S.A. pós-catástrofe. De acordo com o relatório final do Júri a proposta apresenta uma “ideia original, com grande versatilidade para as colinas e os possíveis condicionamentos topográficos. Processo de montagem pouco complexo e acessível à mão-de-obra não especializada, facilidade de montagem e desmontagem, transporte, reutilização e baixo custo. Objecto iconográfico, referencial no cenário urbano”.

O 2.º prémio foi obtido pelo arquitecto César Augusto Costa Marques, consistindo numa resposta positiva ao programa que garante o conforto de utilização, segurança, durabilidade e reutilização. Segundo o júri tem uma “expressão formal interessante, praça octogonal em torno de uma antena de comunicação, que funciona como referencial de maior alcance em termos da sua percepção na paisagem.”
 
O trabalho do arquitecto Simão Silveira Botelho obteve o 3.º prémio. Pela identificação de lugares para a região de Lisboa onde pode ser construída, mostra grande flexibilidade e visão territorial. Explora com algum arrojo um sistema de paredes em fole e consegue, como resultado conjunto, um espaço visualmente marcante.
 
A cerimónia de entrega de prémios e apresentação da proposta vencedora realizar-se-á no dia 13 de Dezembro, pelas 18h, na Sede da A.M.L. em Lisboa.
 
1º prémio
Arquitecto Frederico Martinho e Arquitecta Cláudia Franco
 
2º prémio
Arquitecto César Augusto Costa Marques
 
3º prémio
Arquitecto Simão Silveira Botelho
 
4º Classificado
Arquitecto Pedro Manuel Duarte Matias
 
5º Classificado
Arquitecto Nelson Filipe Pires João
 
6º Classificado
Arquitecto Daniel António Fernandes Félix
 
7º Classificado
Arquitecto Ricardo Jorge Rodrigues Moreno
 
8º Classificado
Arquitecto André David Andrade Ferreira
 
9º Classificado
Arquitecto Hugo Emanuel Guedes Lopes
 
10º Classificado
Arquitecto Nuno André Vasconcelos Figueiredo Patrício
 
11º Classificado
Arquitecta Maria de Fátima Canteiro Neto
 
12º Classificado
Arquitecto Pedro Miguel Estrela de Almeida
 
13º Classificado
Arquitecto Óscar da Conceição Bouça
 
14º Classificado
Arquitecto Pedro Ressano Garcia
 
15º Classificado
Arquitecto André de Castro Calapez
 
 
Nota:
Foram efectuados 38 acessos à área de submissão de propostas o que implicou um lapso da contagem à data da divulgação do número de propostas submetidas.

Documentação